JANELA

Crédito dificultado

Mesmo com a previsão de queda de 5% do PIB da construção neste ano, os empresários do setor têm se mostrado gradativamente menos pessimistas em relação ao futuro. É o que apontam as últimas sondagens feitas pela FGV e pelo SindusCon-SP.

A esperança de que a demanda por obras imobiliárias, de infraestrutura e habitação popular volte a aumentar a partir de 2018 está baseada na persistência dos esforços da política econômica de reequilíbrio das contas públicas, acompanhada de resultados positivos como as quedas da inflação e dos juros, a retomada das concessões e parcerias público-privadas e a reforma trabalhista que entrará em vigor no próximo 11 de novembro.

Mas até que estes aspectos positivos se traduzam em aumento da demanda por obras, prolonga-se o presente período no qual os investimentos na construção ainda relutam em se fazer sentir.

Neste contexto, em nada ajudam notícias como a redução para 50%, pela Caixa, da parcela financiável na comercialização de imóveis usados. O fato impedirá numerosas famílias de venderem seus imóveis usados para adquirirem novos, retardando ainda mais a reativação da atividade e do emprego na indústria imobiliária.

Livro trará conquistas de uma geração
A indústria da construção paulista teve historicamente um papel marcante no desenvolvimento nacional, modernizando-se nos últimos 25 anos.

Para esta modernização, a geração de empresários que assumiu a condução do SindusCon-SP a partir de 1992 ofereceu uma série de contribuições em planejamento, execução e manutenção de empreendimentos, obras de infraestrutura e habitação popular. Estas ações tiveram como foco o incremento da produtividade com sustentabilidade.

Para narrar os processos pelos quais essas conquistas se concretizaram e inspirar as próximas gerações a darem conta das demandas da nova realidade do país, o SindusCon-SP lançará o livro “História, Desenvolvimento e Tecnologia na Construção Civil em São Paulo”, em 10 de outubro, às 19 horas, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, em São Paulo.

A publicação foi desenvolvida em conjunto com a BB Editora e redigida por Eder Santin, jornalista que acompanhou profissionalmente a maior parte desta trajetória. Com dezenas de entrevistas e o apoio de um amplo acervo fotográfico, o livro traduz os principais avanços da engenharia e do SindusCon-SP, por meio de texto e diagramação atrativos.

Além de apresentar as últimas inovações em tecnologia e gestão da construção, a obra traz uma visão sobre o futuro próximo do setor, seguramente marcado por introdução da Internet das Coisas, automação do canteiro de obras e novos avanços em projetos, execução e manutenção de empreendimentos, feitos em BIM.

Fica assim bem destacada a resiliência de uma geração em desenvolver e modernizar continuamente a indústria da construção, atravessando os altos e baixos que caracterizaram as sucessivas políticas econômicas dos governos que se sucederam no poder desde 1992.

 

*Conteúdo publicado originalmente na edição de 01 de outubro da Folha de São Paulo









Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br