Emprego

SindusCon-SP: Emprego na construção caiu 2,72% em março em Presidente Prudente

Em 12 meses, queda alcança 13,01%. Das cidades da região, Dracena teve alta de 3,18%

Por Enzo Bertolini 25/05/2018 15:24:44

O nível de emprego na construção civil em Presidente Prudente caiu 2,72% em março na comparação com fevereiro. Com a demissão de 62 trabalhadores, o estoque chegou a 2.219 empregados. No primeiro trimestre o resultado é negativo (-9,12%), com o decréscimo de 230 vagas. Em 12 meses a baixa acumulada chega a 13,01% (-332).

Os dados são da pesquisa realizada pelo SindusCon-SP em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

Das cidades que integram a Regional do SindusCon-SP em Presidente Prudente, Dracena (3,18%) e Assis (1,15%) registraram crescimento na contratação. Além de Prudente, Tupã teve variação mensal de -3,09%.

Emprego PP - 03.2018Brasil
Em março a construção civil brasileira cresceu 0,38% em relação a fevereiro. Com a contratação de 8.799 trabalhadores, o estoque foi de 2.303.837 para 2.312.636. Na comparação com março de 2017, houve queda de 3,18% (-76.045).

Ao se desconsiderar os efeitos sazonais*, o emprego registrou -0,15% em março na comparação com fevereiro (-3.385).

Estado de São Paulo
Em março houve alta de 0,33% no emprego em relação ao mês anterior. O estoque de trabalhadores foi de 641,8 mil em fevereiro para 644,02 em março (2.145). Em 12 meses são menos 27.204 trabalhadores no setor (-4,05%). Desconsiderando a sazonalidade*, houve redução de 0,14% (-927 vagas).

*A dessazonalização é um tratamento estatístico que tem como objetivo retirar efeitos que tipicamente acontecem em um mesmo período do ano.









Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br