Emprego

SindusCon-SP: Emprego na construção cresceu 1,14% em abril no ABC

Cidades que mais contrataram foram São Caetano do Sul, Mauá e Diadema. Santo André e Ribeirão Pires tiveram mais demissões

Por Enzo Bertolini 19/06/2018 11:55:19

O nível de emprego na construção civil nas cidades que compõem o ABC Paulista cresceu 1,14% em abril na comparação com março. Com a contratação de 443 trabalhadores, o estoque chegou a 39.157 empregados. No ano a alta chega a 2,79% (1.063 contratações). Em 12 meses houve uma inversão no setor, que só acumulava queda e passou a ter alta de 0,43% (167 contratações).

Os dados são da pesquisa realizada pelo  SindusCon-SP em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

Das cidades que compõem o ABC, as que mais contrataram foram São Caetano do Sul (290), Mauá (109) e Diadema (107). Santo André (-159) e Ribeirão Pires (-9) foram as únicas que registraram demissões.

Emprego ABC - 04.2018

Para a diretora da Regional do SindusCon-SP em Santo André, Rosana Carnevalli, a sequência de aumentos na contratação é um alento, entretanto é preciso cautela. “Em abril conseguimos inverter o saldo na avaliação dos últimos 12 meses. Porém, nossa base de comparação está muito baixa e ainda não retomamos o patamar dos últimos dois anos.”

Brasil
O nível de emprego na construção civil brasileira cresceu 0,74% em abril na comparação com março. Com a contratação de 17.030 trabalhadores, o estoque foi de 2.312.636 para 2.329.666. Na comparação com abril de 2017, houve queda de 2,43% (-58.141).

Ao se desconsiderar os efeitos sazonais*, o emprego registrou -0,09% em abril na comparação com março (-2.080).

Segmentação
Em abril, na comparação com março, todos os segmentos registraram alta. As maiores altas foram em Infraestrutura (0,93%), Imobiliário (0,91%) e Engenharia e Arquitetura (0,68%).

Na análise de 12 meses, houve queda em quase todos os segmentos, exceto Engenharia e Arquitetura (3,20%). As maiores baixas foram em Imobiliário (-4,75%), Obras de acabamento (-3,88%) e Incorporação de imóveis (-3,28%).

Estado de São Paulo
Em abril houve alta de 0,74% no emprego em relação ao mês anterior (4.739). O estoque de trabalhadores foi de 644,02 mil em março para 648,7 em abril. Em 12 meses são menos 22.097 trabalhadores no setor (-3,29%). Desconsiderando a sazonalidade**, houve redução de 0,21% (-1.352 vagas).

Na comparação com o mês anterior, todos os segmentos da construção apresentaram elevação em seus resultados, sendo as maiores em Infraestrutura (0,85%), Obras de acabamento (0,76%) e Obras de instalação (0,74%).

*A dessazonalização é um tratamento estatístico que tem como objetivo retirar efeitos que tipicamente acontecem em um mesmo período do ano.









Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br



Rua Dona Veridiana, 55

Santa Cecília,

São Paulo,

01238-010

(11) 3334-5600

sindusconsp@sindusconsp.com.br